Proposta

O curso teve como objetivo introduzir uma discussão teórica sobre o lugar (político) das favelas nas cidades brasileiras abordando aspectos do seu processo de urbanização que dialogam com os contextos político, econômico e sociocultural dos diferentes períodos históricos do país. A abordagem dos marcos legais, das diversas representações sociais, assim como das alterações do imaginário cultural das favelas ao longo do tempo, contribuiu para dar o suporte necessário para a discussão do curso, cuja finalidade foi a de desenvolver uma leitura crítica sobre os diferentes padrões, estratégias e políticas de intervenção em favelas.

Ao oferecer um panorama introdutório sobre o tema, pretendemos instrumentalizar e fomentar que os graduandos desdobrem os assuntos discutidos durante o curso em grupos de pesquisa, iniciação científica e grupos de extensão universitária.

O curso foi estruturado em 4 blocos:

Bloco 0

A FAVELA HOJE

Panorama atual das favelas no Brasil e no mundo.

Bloco 1

ASPECTOS ESTRUTURANTES DA SOCIEDADE BRASILEIRA E SEUS REFLEXOS NA PRODUÇÃO DO ESPAÇO URBANO

Abordagem de conceitos como localização, segregação e urbanização dos baixos salários na estruturação da sociedade brasileira e como eles se refletem na produção do espaço urbano. 

Bloco 2

A FAVELA NO IMAGINÁRIO

Presença da favela no imaginário brasileiro, no que se refere ao seu caráter político, social, cultural e territorial.

Bloco 3

ESTRATÉGIAS DE INTERVENÇÃO EM FAVELAS

Como, ao longo do tempo, as estratégias de intervenção, a legislação e os diversos contextos contribuiram para a consolidação (ou não) das favelas.

Em cada bloco, foi apresentado material teórico e realizadas dinâmicas em grupos, nos quais buscamos fomentar o olhar coletivo e individual para os territórios físicos, sociais, culturais e políticos das favelas, levando em conta seu imaginário popular e aspetos estruturantes de formação da sociedade e de seus espaços urbanos.

O resultado dessas dinâmicas e aulas teóricas foram:

um painel de palavras, preenchido pelos participantes, a respeito do que cada um entende que a sociedade pensa quando ouve a palavra “favela”;

uma linha do tempo, combinando as diversas estratégias de intervenções com a imagem política, cultural e social da favela, em determinados momentos da história brasileira.

E por fim, foram elencados diversos temas de interesse de pesquisa. Sobre eles, você pode ACESSAR AQUI  indicações de bibliografia que o LabLaje recomenda.

carga horária

|16h

55 PARTICIPANTES

Alunos de graduação e recém-formados (com até um ano de formação)

[5 deles com bolsa integral]

arquitetura

ciências em humanidades

direito

engenharia ambiental e urbana

Organização

Coletivo LabLaje

VRAH

VRAH Assessoria e Consultoria

Instituto Brasileiro de Direito Urbanístico